Visor ótico Megaletoscopio Privilegiato


Visor ótico
Megaletoscopio Privilegiato
Carlo Ponti
Itália, 1862 >
Col. CP-MC | PC499
 

O Megaletoscópio é um dispositivo ótico inventado e patenteado por Carlo Ponti em 1862, ano em que o apresentou na Exposição Internacional de Londres, tendo sido galardoado com o Grand Prix. O aparelho utiliza uma lente e um conjunto de espelhos para criar ilusões de relevo e profundidade, assim como simular efeitos de dia e noite em fotografias perfuradas e coloridas, iluminadas por uma fonte de luz artificial.
 

Ponti criou um modelo especial do megaletoscópio – o Privilegiato – do qual esta peça é um exemplar. As figuras esculpidas no corpo de madeira são alegorias alusivas à invenção da fotografia, da máquina a vapor, das lentes acromáticas e da telegrafia. As quatro alegorias refletem o espírito de entusiasmo com a inovação e o progresso científico a que se assistiu na segunda metade do século XIX.
Deste exemplar está ausente a porta traseira, que também teria uma figura em relevo, neste caso o símbolo de Veneza: o leão. A figura em metal forjado sobre a qual assentaria esta porta é um basilisco, uma criatura mitológica com corpo de serpente e cabeça de galo, que também está associado à figura do Leão e à história da cidade. Esta estrutura em metal permite girar o megaletoscópio e alternar entre formatos verticais e horizontais de fotografi


Scroll to Top