O fabuloso espetáculo de Lanterna Mágica do professor Mervyn Heard



No dia 2 de junho de 2012 a Cinemateca Júnior celebrou o Dia Mundial da Criança com a apresentação do Fabuloso Espetáculo de Lanterna Mágica do Professor Mervyn Heard.
A lanterna mágica é um dos protagonistas da exposição permanente da Cinemateca Júnior, dedicada ao pré-cinema. Mas ver as centenárias lanternas e as respetivas imagens pintadas em vidros não se compara à experiência de assistir a um verdadeiro espetáculo de lanterna mágica, uma vez que este era, essencialmente, uma performance ao vivo e como tal dependia do estilo individual, do ritmo, da filosofia e do estado de espírito do apresentador.
Mervyn Heard (1948-2017), médico, pesquisador e autor de uma obra que muito contribuiu para a História das Lanternas Mágicas, foi presidente da Magic Lantern Society. Natural da Grã-Bretanha, país onde tinham origem grande parte das lanternas e vidros que circulavam pela Europa nos séculos XVIII e XIX, e onde a tradição dos espetáculos de lanterna mágica sobreviveu até aos dias de hoje, Mervyn Heard foi um apaixonado da lanterna mágica e um dos poucos lanternistas que se dedicou a recriar este espetáculo, cujo auge de popularidade coincidiu com o surgimento do Cinematógrafo no final do século XIX. É autor do livro Phantasmagoria – The Secret Life of the Magic Lantern (“Fantasmagoria – A vida secreta da lanterna mágica”) e apresentou os seus espetáculos um pouco por todo o mundo.Neste vídeo, gravado no Salão Foz em Lisboa em 2 de junho de 2012 na rubrica da Cinemateca Júnior “Sábados em Família”, Mervyn Heard utilizou uma lanterna mágica biunial de finais do século XIX pertencente ao acervo da Cinemateca, e projetou belíssimos vidros centenários desenhados e pintados à mão, pertencentes à sua coleção. Venham conhecer a Lanterna Mágica, fabuloso antepassado do cinema que nos contará histórias deslumbrantes e assustadoras, transportando-nos para antigos números de feiras ambulantes e espetáculos de magia.

Mervyn Heard é acompanhado neste espetáculo por Filipe Raposo ao piano, e por Vanessa Sousa Dias como narradora.

Cinemateca Júnior, 2012 / 42 min 
Imagem: Rui Barros
Apoio informático: João Eiras
Realização: Jorge Lopes

Gravação da sessão que contou com o apoio do Canal Panda


Scroll to Top