Histórias do Cinema

Concebida em setembro de 2011 como rubrica regular de programação assente na ideia de um binómio, Histórias do Cinema é uma proposta para cinco dias de programação em torno de cinco filmes (ou em cinco sessões, com número variável de obras projetadas): dum lado, um investigador de cinema – historiador, crítico, ensaísta, podendo também tratar-se de realizador ou técnico, por exemplo; de outro, um autor ou um tema histórico abordado pelo primeiro. O investigador discorre e conversa sobre o tema numa sequência de encontros que são antes de mais pensados como experiência cumulativa. Assim decorreram, entre 2011 e 2020, cerca de três dezenas Histórias do Cinema, reunindo em pares nomes como os de Bernard Eisenschitz / Charlie Chaplin, Alberto Seixas Santos / Jean-Marie Straub-Danièle Huillet, Jean Douchet / Jean Renoir, Hartmut Bitomsky / John Ford, entre outros. Uma seleção dos registos das conferências desta rubrica passou a estar disponível para visionamento em linha em abril de 2020, com legendas em português, no âmbito do projeto “Gestos & Fragmentos: filmes, outras peças museográficas e registos da vida da Cinemateca” e no contexto do confinamento que ditou a suspensão da atividade de programação da Cinemateca em sala. Depois de termos iniciado esta revisitação das Histórias do Cinema com uma dezena dessas séries de conferências entre abril e junho de 2020,  vamos agora disponibilizar novos registos de outras séries das Histórias do Cinema ainda não publicadas.


Scroll to Top